Numa Beirute em colapso económico, Aboulteif encontrou esperança na nova comida libanesa

A crise que começou mais de um ano antes da explosão do porto já obrigara o chef libanês a fechar o seu restaurante de carnes importadas. Para se reerguer, decidiu reabrir com um menu preparado com ingredientes locais.

explosao-beirute,catastrofe,corrupcao,mundo,libano,medio-oriente,
Fotogaleria
"Estamos a lutar contra as circunstâncias através da nossa comida”, diz Riad Aboulteif
explosao-beirute,catastrofe,corrupcao,mundo,libano,medio-oriente,
Fotogaleria
Aboulteif oferece agora um menu de cozinha libanesa experimental preparada com ingredientes locais
explosao-beirute,catastrofe,corrupcao,mundo,libano,medio-oriente,
Fotogaleria
A explosão de Agosto do ano passado quebrou as janelas do restaurante, fez desabar o tecto e destruiu o equipamento

No Verão passado, quando uma explosão mortífera despedaçou o porto de Beirute, o restaurante de barbecue do chef Riad Aboulteif foi destruído. Ninguém ficou ferido. O Meats and Bread, no bairro da moda de Gemmayzeh, a menos de um quilómetro do local da explosão, sofreu prejuízos no valor de 75 mil euros. Foi uma das muitas lojas devastadas pela explosão de 4 de Agosto, que matou mais de 200 pessoas e causou uma destruição económica calculada em quase 4 mil milhões de euros, num país que tentava recuperar da pior crise financeira da sua história.