FC Porto vence Lyon e termina pré-epoca sem derrotas

Vitória dos “dragões” por 5-3 naquele que foi o nono e último jogo de preparação. Equipa de Sérgio Conceição somou oito vitórias e um empate.

Foto
DR

O FC Porto terminou a preparação da temporada 2021-22 sem qualquer derrota, depois de vencer este sábado, no Estádio do Dragão, o Lyon (5-3), num jogo que teve emoção até ao fim - nos últimos dez minutos foram marcados quatro golos.

Este encontro foi também o mote para a apresentação do FC Porto 2021-22. Sem a presença dos sócios no Estádio do Dragão, a cerimónia foi mais informal do que o habitual.

Sérgio Conceição fez várias alterações na equipa titular em relação ao último jogo com a Roma, de José Mourinho (empate a 1-1), e apenas Diogo Costa, Mbemba e Sérgio Oliveira repetiram a presença no “onze” inicial. O FC Porto alinhou, assim, com alguns dos jogadores menos utilizados pelo treinador dos “dragões” nesta pré-temporada, numa tentativa de lhes dar mais mais minutos para se mostrarem.

O FC Porto começou a partida com mais bola do que o Lyon e entrou praticamente a vencer. Logo aos 3’, Nanu sofreu uma falta de Cornet dentro da grande área e o árbitro não teve dúvidas em apontar para a marca dos 11 metros. Na conversão, Sérgio Oliveira ainda acertou no poste direito da baliza defendida por Anthony Lopes, mas a bola acabou mesmo por entrar.

Três minutos depois foi a vez de Evanilson deixar novo aviso, com o Lyon a reagir instantes mais tarde, tendo valido o corte atento de Marcano. Os “dragões” iam acelerando o jogo com Francisco Conceição na direita e com Luis Díaz na esquerda. 

A meio do primeiro tempo, o Lyon apareceu com mais iniciativa e com mais bola, ainda que apresentasse dificuldades em ligar o seu jogo. O FC Porto apostava numa maior pressão, obrigando os franceses a jogar mais atrás. Aos 25’, foi a trave que evitou a igualdade no marcador, numa situação de superioridade no corredor lateral esquerdo, com um remate de Dembélé.

À meia hora de jogo, era o Lyon quem ia criando mais situações de golo - a equipa de Sérgio Conceição apresentava alguma dificuldade no controlo do jogo -, mas foram os “azuis e brancos” a ampliar a vantagem. Fábio Vieira recebe um cruzamento de Luis Díaz e remata de primeira para a baliza de Anthony Lopes. 

A cinco minutos do intervalo a formação francesa conseguiu mesmo reduzir a desvantagem através de um lance de bola parada. Cabeceamento certeiro de Marcelo, na sequência de livre lateral batido pela direita. O golo deu ainda mais vida à equipa francesa e, três minutos depois, foi Cherki a deixar mais um aviso a Diogo Costa. 

Muitas alterações (e golos) no segundo tempo

Na entrada para o segundo tempo, Sérgio Conceição colocou em jogo Manafá e Grujic, para as saídas de Sérgio Oliveira  e Zaidu, mas foi Luis Díaz quem entrou a tirar as medidas à baliza de Anthony Lopes.

Mais faltas no reinício de jogo, com um FC Porto a ser uma equipa mais desligada. O Lyon ameaçou a igualdade aos 52’, mas dois minutos depois Ekambi não falhou a baliza de Marchesín, perante a passividade da defensiva portista.

Anthony Lopes impediu que Fábio Vieira bisasse na partida e Marchesín saiu de entre os postes para evitar o golo de Ekambi. O FC Porto tinha dificuldades em ter a bola e não conseguia sair a jogar com critério, perante um Lyon mais forte e que evidenciava facilidade em entrar na área portista.

Os instantes finais da partida, curiosamente, foram muito agitados. Aos 79’, Pepe fez o 3-2, depois de um cruzamento de Vitinha, mas a vantagem do FC Porto não demorou muito, porque, um minuto depois, Slimani restabeleceu a igualdade no marcador. Toni Martínez fez o 4-3, aos 83’, e Taremi fechou o resultado final logo a seguir, com uma recuperação e uma finalização dentro da área.

No segundo tempo, Sérgio Conceição fez ainda entrar Marchesin, Pepe, Otávio, Toni Martínez, Taremi, Diogo Leite, João Mário, Pepê e Bruno Costa.

O FC Porto inicia oficialmente a época 2021-22 no dia 8 de Agosto, diante do Belenenses SAD, no Estádio do Dragão.