Tempestade em Londres causa inundações

Em Inglaterra, as chuvas torrenciais causaram inundações nas ruas de Londres, este domingo. Atrasos nos transportes, bloqueio de ruas, estações de comboio inundadas e hospitais alagados foram as consequências.

londres,inundacoes,mau-tempo,mundo,meteorologia,europa,
Fotogaleria
Getty Images
londres,inundacoes,mau-tempo,mundo,meteorologia,europa,
Fotogaleria
Getty Images
londres,inundacoes,mau-tempo,mundo,meteorologia,europa,
Fotogaleria
Getty Images
londres,inundacoes,mau-tempo,mundo,meteorologia,europa,
Fotogaleria
Getty Images
mundo,
Fotogaleria
Getty Images
,Aviso de inundação
Fotogaleria
Getty Images
mundo,
Fotogaleria
Getty Images
mundo,
Fotogaleria
Getty Images

Depois de ter enfrentado calor, Londres foi atingida por uma forte tempestade neste domingo que provocou cheias e o caos na cidade durante várias horas.
O trânsito na cidade esteve fortemente congestionado e uma estrada teve de ser cortada no sudoeste de Londres, após três autocarros de dois andares ficarem presos debaixo de uma ponte devido às cheias. Outros condutores em Walthamstow, no nordeste da cidade, tiveram mesmo de abandonar os carros pois não conseguiam conduzir. Segundo o que Polícia Metropolitana de Londres disse à CNN, houve uma “perturbação severa” nas estradas da cidade, principalmente na Estrada Circular Norte.

As cheias obrigaram à suspensão temporária de algumas linhas de metro e autocarro. “Com várias rotas de autocarro suspensos e alguns serviços de metro afectados e estações fechadas, recomendamos fortemente que os clientes verifiquem as informações mais recentes antes de viajar para garantir que tenham uma viagem segura e tranquila”, lê-se no site da Transport for London (TfL).

Os bombeiros de Londres informaram que receberam mais de mil chamadas que reportaram as inundações em Londres.

Dois hospitais da zona de Londres, Newham University Hospital e Whipps Cross University Hospital, foram afectados pelas chuvas e ficaram alagados. Um porta-voz do Barts Health NHS Trust disse à CNN numa declaração que ambos os hospitais estão a enfrentar problemas operacionais devido à forte precipitação. “Estamos a trabalhar de perto com os nossos parceiros locais para resolver os problemas e manter os cuidados aos doentes e - enquanto os serviços permanecem disponíveis para as pessoas em caso de emergência - pede-se aos doentes que frequentem hospitais alternativos onde possam, para nos ajudar a pôr em prática soluções o mais rapidamente possível”, disse o porta-voz.

Habitantes fazem limpezas após inundações

Os moradores usaram baldes, vassouras e tábuas de madeira para criarem defesas improvisadas e evitar que as águas entrassem em suas casas, já que os escoadouros das ruas ficaram sobrecarregados em algumas partes da cidade de Londres. “Tendo nascido e sido criado em Londres, nunca vi nada parecido”, disse Eddie Elliott, um residente do sul de Londres.

“Esta foi a pior experiência pessoal que passei. Ver estradas totalmente encerradas e autocarros parados sem funcionar no meio das águas”, acrescentou.

Esta segunda-feira a situação está mais calma, mas a agência meteorológica avisou que continuam activos quatro alertas de inundações em todo o sudeste de Inglaterra.