Crise migratória de Ceuta arrefeceu relações entre Marrocos e a Europa

Portos espanhóis ficam fora da expansão das rotas marítimas de Marrocos para a UE, que terão como destino os portos de Marselha e Génova.

Foto
Em Maio, as autoridades marroquinas deixaram de patrulhar a fronteira com Ceuta e permitiram que mais de 9 mil pessoas entrassem ilegalmente no enclave espanhol Jon Nazca/REUTERS

Em Marrocos chama-se Operação Marhaba 2021. As novas ligações marítimas entre portos marroquinos e portos europeus estão prontas a arrancar ou já arrancaram, faltando a confirmação da rota entre Portimão e Tânger, cidade de onde também partirão barcos com destino a Marselha (França) e Génova (Itália). A ligação entre Nador, a sul do enclave espanhol de Melila, e o porto francês de Sète, já está a funcionar.