Tribunal de Beja devolveu 7,5 mihões apreendidos a uma rede de auxílio à imigração julgada por tráfico de pessoas

Entre a acusação do Ministério Público e a sentença do tribunal, os 58 crimes de tráfico de pessoas transformaram-se em poucos crimes de auxílio à imigração. Um recurso da sentença foi apresentado pelo MP no Tribunal da Relação de Évora. Mas o dinheiro e os valiosos bens apreendidos pela Polícia Judiciária já foram restituídos.

Foto
Os acusados foram absolvidos por tráfico de pessoas e associação criminosa, embora tenham sido condenados por crimes de auxílio à imigração ilegal Rui Oliveira

Em Dezembro do ano passado, quando absolveu dez arguidos e duas empresas que tinham sido acusados em 2019 por 58 crimes de tráfico de pessoas e associação criminosa, o Tribunal de Beja determinou que os quase oito milhões de euros inicialmente arrestados para serem aplicados como perdas a favor do Estado fossem de imediato devolvidos aos arguidos, a maioria dos quais naturais da Roménia.