Macau: assim se vê a força do PCC

Durante décadas, o Partido Comunista da China foi um assunto tabu em Macau e Hong Kong. Até agora. Por estes dias, em que se assinala o centenário da organização política, a sua força sente-se mais do que nunca.

Foto
Daniel Rocha

Na televisão, na rádio e nos jornais. Em chinês, português e inglês. Nos transportes públicos. Numa grande exposição. Até nas aplicações electrónicas de pagamentos. Por estes dias, em Macau, o Partido Comunista da China (PCC) parece estar em todo o lado. E não é só propaganda ligada às comemorações do seu centenário.