Richard C. Lewontin (1929-2021), o geneticista que não acreditava no determinismo genético

A genética foi usada com frequência no campo de batalha da ciência e da política. As descobertas de Richard C. Lewontin ajudaram a provar a fragilidade biológica da noção de raça.

Foto

Desde meados de 1800, quando Charles Darwin articulou a teoria da evolução e o monge morávio Gregor Mendel identificou os princípios básicos da hereditariedade através do cruzamento de ervilhas no seu jardim, cientistas, filósofos, cientistas sociais e teólogos debateram as implicações da genética nas origens, significado e futuro da vida humana.