Inspecção-Geral de Defesa desclassifica relatório da auditoria às obras do Hospital de Belém

Deixou de ser confidencial um documento administrativo enviado ao Tribunal de Contas sobre desvio financeiro de cerca de 2,7 milhões de euros.

Foto
Entrada do Hospital Militar de Belém Rui Gaudencio

A Inspecção-Geral de Defesa Nacional (IGDN) desclassificou o relatório da auditoria às obras do Hospital Militar de Belém que permitiram adequar aquelas instalações para funcionarem como centro militar covid-19 na dependência do Exército, em apoio da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.