Vieira proibido de contactar antigo e actuais gestores do Novo Banco

Decisão do juiz Carlos Alexandre fala especificamente do nome de Vítor Fernandes, gestor nomeado para presidir banco que vai gerir parte dos fundos do PRR. Vieira fica preso em casa pelo menos até pagar caução de três milhões.

Foto
Vítor Fernandes, de fato cinzento, fazia parte da equipa de gestão de António Ramalho Rui Gaudêncio

Luís Filipe Vieira, que vai aguardar em prisão domiciliária o desenrolar da investigação que esteve na origem da sua detenção na passada quarta-feira pelo menos até pagar uma caução de três milhões de euros, está igualmente proibido de contactar com várias pessoas, incluindo os administradores da SAD benfiquista e o gestor Vítor Fernandes, nomeado pelo Governo para presidir ao novo Banco de Fomento, mas que ainda não tomou posse. 

Sugerir correcção
Ler 12 comentários