Fundação Amália Rodrigues estreia Amaliando, um podcast para pensar Amália

Uma exposição e uma gala para Outubro e um podcast que se estreou esta sexta-feira, numa iniciativa da Fundação Amália: tudo para continuar a comemorar o centenário.

Foto
Amália Rodrigues na década de 90 DR / FAR

Estreou-se esta sexta-feira, por iniciativa da Fundação Amália Rodrigues (FAR), um podcast dedicado à vida e obra de Amália (1920-1999). Intitulado Amaliando, está já disponível nas plataformas digitais Spotify e SoundCloud, prevendo-se que venha, de futuro, a estar presente noutras mais, incluindo o Youtube. Gravados em formato de conversa, a cargo de Luís Neves e com apoio à produção da Rádio Amália, cada episódio terá um tema e um convidado diferente. Esta sexta-feira foram publicados três: A Voz de Amália, com Frederico Santigo (responsável pela reedição integral da obra da cantora), A Poesia de Amália, com Tiago Torres da Silva (escritor e letrista) e Descobrir Amália, com Joana Machado (investigadora). Os próximos episódios, informa a FAR, “serão divulgados semanalmente e abordarão temas como a Lisboa de Amália, a sua influência na criação contemporânea” ou “a forma como se organizavam as suas digressões internacionais”.

O texto da Fundação onde se anuncia o lançamento do podcast Amaliando enquadra-o ainda deste modo: “Amália é a personalidade da Cultura portuguesa do século XX com maior projecção mundial e uma das mais acarinhadas pelo público português. Por isso, a FAR acredita que chegou o momento de pensar Amália de forma factual e documentada, descobrindo o real impacto que teve e tem não só na cultura portuguesa como no panorama musical internacional. Este projecto une diferentes gerações e quer abrir portas para as múltiplas investigações que o universo de Amália pode e deve abarcar.”

Foto
Amália no filme Les Amants du Tage e logotipo do podcast Amaliando DR

Este podcast surge numa altura em que se prepara no Museu do Fado, ainda no âmbito do centenário de Amália Rodrigues (celebrado em 2020 e também em 2021, já que muitas iniciativas foram adiadas ou canceladas devido à pandemia), uma exposição que deverá ser inaugurada em Outubro. Também para esse mês, anuncia-se uma Gala do Centenário, com o selo da Fundação Amália Rodrigues, em parceria com a Vibes & Beats, e na qual participarão os fadistas Cuca Roseta, Gonçalo Salgueiro, Joana Amendoeira, Katia Guerreiro e Ricardo Ribeiro. A gala terá lugar nos coliseus do Porto (4 de Outubro) e de Lisboa (9 de Outubro).

Entretanto, chegou ao fim a segunda temporada do programa Em Casa d’Amália, em colaboração com a Fundação e a RTP, que no seu 14.º e último episódio, gravado no jardim da Casa-Museu e transmitido em 19 de Junho, juntou Jorge Fernando, Vicente Rodrigues, Mário Martins, Mário Pacheco e Filipe La Féria, com moderação de José Goncález. Neste episódio ouviram-se ainda letras de Amália cantadas por José Geadas, Diana Vilarinho, Sandra Correia, Maura Airez, Buba Espinho e Luís Trigacheiro, que foram acompanhados por Marino de Freitas, Bernardo Viana, Ângelo Freire, Flávio Cardoso e André Dias.