Melhores professores fariam desaparecer até dois terços das notas negativas

Se todos os docentes tivessem o impacto dos melhores colegas, os resultados dos alunos podiam subir. Estudo da Edulog mediu pela primeira vez o efeito que um professor tem no desempenho dos estudantes das escolas públicas.

Foto
Nelson Garrido

Caso os professores com um menor impacto nas notas dos seus alunos conseguissem ter um efeito semelhante ao dos seus colegas com melhor desempenho, as classificações dos estudantes podiam progredir significativamente. É isso que mostra um estudo que um grupo de investigadores da Nova School of Business and Economics (SBE) e do University College London fez para o think tank Edulog e que é apresentado esta quarta-feira. Este resultado positivo é superior na Matemática, na qual, no ensino secundário, a percentagem de “negativas” podia descer de 70% para 23%.