I love you Jesus” e os vídeos que vemos

No meio da avalancha de vídeos dos últimos dias, sugiro que vejam só um. Não tem dois minutos e não é o de Jorge Jesus, nem o de Ronaldo, nem o de Cotrim, nem o de Moedas. Tem 1h40 e vale a pena ver na íntegra.

Todos parecemos miúdos de sete anos a ver vídeos soltos que nos caem no colo, nem sabemos vindos de onde. São vídeos de um ou dois minutos, às vezes 30 segundos ou nem isso. Uns têm imagens em movimento, outros apenas som “sobre” uma fotografia.