Ferrari F8 Spider, o trunfo da emoção

Cada vez mais se fala na importância da mobilidade racional. Mas as sensações continuam a dar cartas, o que justifica o investimento de algumas marcas em produtos que apenas apelam às emoções.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Não será automóvel que se ensaie para avaliar se a sua compra é recomendável. Até porque, mesmo que haja os milhares de euros necessários (466, no caso, recheadinho de extras), a decisão de ir buscar um carro deste tipo é sempre emocional. E neste ponto, podemos garantir, o Ferrari F8 Spider proporciona sensações suficientes para que se atire pela janela qualquer rasgo de racionalidade.