Quase dois milhões de portugueses já têm a vacinação completa

De acordo com o relatório da Direcção-Geral da Saúde, 19% das pessoas residentes em Portugal já completaram o esquema vacinal e 37% já têm uma dose da vacina contra a covid-19 tomada.

Foto
Nuno Ferreira Santos

São quase dois milhões de portugueses com a vacinação completa. Segundo o último relatório da Direcção-Geral da Saúde (DGS), divulgado esta terça-feira, 19% das pessoas residentes em Portugal já completaram o esquema vacinal e 37% já têm uma dose da vacina contra a covid-19 tomada. Até ao momento, Portugal recebeu 6,2 milhões de doses de vacinas e distribuiu 5,6 milhões.

De acordo com o documento, das 5,7 milhões de doses já administradas, 3,7 milhões são primeiras doses e 1,9 milhões são pessoas com a vacinação completa. Em relação ao relatório anterior, são mais 227.971 pessoas com a primeira dose tomada e mais 323.680 pessoas totalmente imunizadas.

Quanto à avaliação por faixas etárias, as maiores coberturas estão nas faixas etárias mais velhas. No caso das pessoas com 80 ou mais anos, 96% já tem pelo menos uma dose tomada (651 mil pessoas) e 91% (613 mil) a vacinação completa. Quanto às pessoas entre 65 e os 79 anos, a grande maioria também já tem o processo de imunização iniciada: 93%, o que se traduz em quase 1,5 milhões de pessoas com uma dose da vacina. E 674 mil (42%) já estão completamente imunizadas.

Neste momento, mais de metade da população entre os 50 e os 64 anos (52%) também já está vacinada com uma dose e 18% das pessoas nesta faixa etária têm a vacinação completa. Esta é faixa etária que actualmente tem o auto agendamento disponível. Em breve, também as pessoas acima dos 40 anos vão começar a ser chamadas.

Na avaliação por regiões, o Alentejo – 43% com primeira dose e 25% com a vacinação completa e o Centro 41% com primeira dose e 24% com a vacinação completa continuam a ser as duas com maior percentagem de população imunizada. Seguem-se o Norte (36% com primeira dose e 19% com a vacinação completa), Lisboa e Vale do Tejo (35%% com primeira dose e 17% com a vacinação completa) e o Algarve (32%% com primeira dose e 19% com a vacinação completa), as três regiões que terão um reforço na aceleração da vacinação para se garantir maior homogeneidade no país.

No que respeita aos arquipélagos, nos Açores 34% da população já está imunizada com a primeira dose e 16% tem a vacinação completa. Ma Madeira as percentagens são um pouco superiores: 37% com a primeira dose e 20% com o esquema vacinal completo.