Da precariedade ao tráfico: um retrato dos “cerca de 50 mil trabalhadores” imigrantes na agricultura

Entre a exploração laboral e o tráfico as fronteiras são ténues. Odemira está longe de ser caso isolado. Analistas traçam retrato da precariedade da imigração em Portugal.

Foto
Odemira está longe de ser um caso isolado e a problemática não se restringe àquela realidade LUSA/Mário Cruz

Nas últimas semanas, os imigrantes que trabalham na agricultura em Odemira foram o foco de notícias e debates políticos. A cerca sanitária naquele concelho alentejano destapou uma série de questões que têm sido abordadas há anos, das condições salariais à sobrelotação das habitações em que vivem os estrangeiros.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários