Voltou a ouvir-se o rugido das esquadras Tiger no céu de Beja

O exercício militar foi um desafio à capacidade de organização da Força Aérea Portuguesa. Com o aliviar das regras sanitárias impostas pela pandemia, cerca de um milhar de militares e mais de meia centena de aeronaves puderam treinar durante duas semanas.

Foto
Força Aérea Portuguesa

Durante duas semanas, entre os dias 2 e 15 de Maio, a população de Beja e de outros concelhos alentejanos voltaram a familiarizar-se com as passagens estridentes das aeronaves militares de Portugal, Grécia, Itália, Polónia, Suíça e da NATO que se concentraram na Base Aérea nº 11 (BA-11) para realizar o exercício internacional NATO Tiger Meet 2021.