A sorte de repetir

Aquilo que celebramos não é novidade nenhuma excepto uma: a novidade de continuarmos vivos.

As primeiras andorinhas, os primeiros banhos de mar, as primeiras sardinhas, os primeiros serões ao ar livre, as primeiras cerejas... todas estas coisas acontecem em Maio. Mas nenhuma delas é primeira.