A história dos 31-0 não acabou ao 31.º golo

Há 20 anos, a Samoa Americana sofreu uma goleada da Austrália, mas este recorde foi apenas o ponto de partida para uma história que mudou muitas vidas e já deu dois filmes.

Foto
Nick Salapu continua a ser o guarda-redes da Samoa Americana DR

Michael Corleone nunca teve hipótese, condenado a viver e morrer como chefe da sua “famiglia”. “Quando pensei que estava fora, puxaram-me outra vez para dentro”, diz a certa altura em O Padrinho III, uma linha de diálogo dita por Al Pacino mil vezes imitada e que a internet transformou em “meme”. Quase a mesma coisa, mas sem a carga fatalista, é o que diz Jayiah Saelua, defesa-central internacional pela Samoa Americana. “Sempre que tento afastar-me do futebol, há alguma coisa que me puxa de volta”, é praticamente a mesma frase, mas dita com a convicção de que não sai do futebol porque simplesmente não quer. Mesmo que seja internacional A desde os 15 anos (tem 32). E que seja um futebolista transgénero.