Semiótica das persianas

Foto

Em alguns países do norte da Europa não há o costume de proteger as janelas com cortinas, persianas ou outros acessórios. Dizem que vem da ética protestante, quem não tem nada a esconder não tem nada a cobrir, e pelo contrário tem orgulho em descobrir o nada que tem a esconder. Aqui no sul, o decoro católico (ou será apenas a quantidade de luz solar) tem outras maneiras, e na sexta-feira passada esses adereços encobridores estiveram na origem de um espectáculo com que nem holandeses e suecos podem sonhar.