Estas figuras com cinco mil anos mostram como a Península Ibérica era “um lugar excepcional”

Uma arte de bolso que nos fala do território, dos antepassados, da importância do simbólico no dia-a-dia e do papel das mulheres. Para ver até 17 de Outubro, no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa.

Foto
A Vénus de Gavà (c.3900 a.C.) foi reconstituída a partir de uma série de fragmentos descobertos nas minas neolíticas de Gavà (Barcelona)

Tem quase seis mil anos e os seus pormenores, assim como a pose natural, impressionam. Está sentada, com as mãos pousadas sobre a barriga. Os seus braços são longos, os seios pontiagudos, o nariz bem definido e os olhos grandes, em forma de sol. Na mão segura uma espiga e usa um colar e pulseiras desenhados com incisões finas preenchidas com uma pasta branca que terá sido feita com cascas de moluscos. 

Sugerir correcção
Ler 2 comentários