Ser Voluntário… na Meeru

Queres fazer voluntariado mas não sabes por onde como começar? A rubrica Ser Voluntário dá uma ajuda.

Foto
Campo de refugiados Al-Hol, na Síria, onde vivem mais de 60 mil pessoas. ALI HASHISHO/REUTERS

Área Geográfica: Braga, Gondomar ou São João da Madeira
Tema: Apoio a migrantes ou refugiados

A Meeru - Abrir Caminho está no terreno desde Fevereiro de 2019 com a missão de promover o diálogo e a proximidade como caminho para o desenvolvimento de comunidades. Tendo em conta esta missão, alguns dos objectivos da Meeru passam por fomentar a proximidade, o diálogo e a aceitação do outro enquanto dimensões humanas permanentes e indispensáveis ao desenvolvimento pessoal e à coexistência humana.

Um dos projectos desenvolvidos pela organização é o Meeru Aproxima, que existe para combater o isolamento social das famílias migrantes, refugiadas e requerentes de asilo acolhidas em comunidades locais portuguesas, através da criação de redes de suporte informal alicerçadas em genuínos laços de afecto e pertença. A Meeru encontra-se neste momento a recrutar voluntários para este projecto, para integrarem as equipas de proximidade.

Este projecto está a ser implementado em São João da Madeira, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa; em Gondomar, em parceria com a Arrimo - Organização Cooperativa para Desenvolvimento Social e Comunitário, e em Braga, em parceria com o CLIB - Colégio Luso Internacional de Braga.

Qual o impacto da Meeru?

A Meeru acompanha sete famílias de pessoas migrantes ou refugiadas em Braga, Viana do Castelo, Porto e Vila Nova de Gaia. Até 2022, está previsto trabalharem com mais 19 famílias no Norte do país.

Como posso ajudar?

Cada equipa de proximidade partilha a vida com uma família migrante ou refugiada para construir reciprocamente genuínos laços de afecto, pertença e confiança. Os voluntários são responsáveis pela orientação cultural das famílias, encontros de lazer e convívio e promoção da envolvência comunitária.

O que precisam de mim?

Os voluntários que irão integrar as equipas de proximidade destas cidades devem estar disponíveis entre os meses de Maio de 2021 e Janeiro de 2022, dedicando cerca de três horas semanais ao projecto. Adicionalmente, também devem ter disponibilidade para participar no programa de capacitação, a 24 e 25 de Abril e 1 de Maio de 2021.