Ali Duaji, um renovador da literatura árabe moderna

Colectânea de histórias de um autor tunisino que retratou preconceitos sociais no conflito cultural entre Ocidente e Oriente nos anos de 1930, ao mesmo tempo que renovava a literatura árabe moderna.

Foto
Ali Duaji (1909-1949) morreu sem ver algum livro seu editado

O contista, dramaturgo, jornalista e poeta tunisino Ali Duaji (1909-1949) — hoje considerado um renovador da literatura árabe moderna — morreu sem ver algum livro seu editado. Presume-se que tenha escrito menos de uma trintena de contos, quase todos publicados em jornais e revistas literárias dos anos 1930 e 1940; como dramaturgo, estima-se que terá escrito cerca de duzentas peças de teatro, das quais apenas meia centena chegou aos nossos dias.