Ministra da Justiça em entrevista: “Não vai ser fácil” à justiça avaliar fraudes na vacinação

Enriquecimento injustificado, financiamento partidário e fiscalização das autarquias mantêm-se fora do plano de combate à corrupção do Governo. Francisca van Dunem diz que medidas necessárias estão na lei desde 2019, mas admite que controlo das situações suspeitas é deficiente.

Na semana em que o Conselho de Ministros aprovou a estratégia da ministra da Justiça para combater a corrupção até 2024, Francisca van Dunem explica os avanços e recuos de um documento que prevê que os criminosos de colarinho branco possam ser dispensados de cumprir pena em certas circunstâncias ou ver reduzida a sua sentença.