Quinta Vale D. Maria Vinha de Martim 2019: um branco do Douro que lembra um grande Borgonha

Gordo, maduro mas ao mesmo tempo requintado, harmonioso e salivante.

Foto

Se Portugal fosse a França, por exemplo, o concelho de Murça já há muito que teria direito a uma denominação de origem própria no meio do grande Douro. É uma das melhores zonas para a produção de vinhos brancos. E isto não é apenas um palpite, baseia-se na evidência, no elevado número de brancos de qualidade que ali têm origem.

Sugerir correcção
Comentar