O primeiro vislumbre da nova Gisela João

Passados cinco anos sobre Nua, a fadista apresenta-nos Louca, primeiro single do terceiro álbum, AuRora, a lançar em Abril. Com produção de Michael League, dos nova-iorquinos Snarky Puppy, começa aqui a redesenhar-se o seu lugar no fado.

Foto
Gisela João em 2016. Acaba de lançar primeiro single do novo "AuRora" PEDRO GRANADEIRO/NFACTOS

Há muito tempo que se esperava por este álbum de Gisela João. Não apenas por se tratar do álbum que sucede a Nua, lançado no já longínquo ano de 2016, mas também porque a personalidade da fadista sempre deu mostras de querer romper com os cânones do género. Talvez a grande surpresa de Nua tenha sido, na verdade, a recusa em começar ao segundo disco a minar por dentro as regras da tradição fadista. Quando todos esperavam que a electrónica e outras liberdades começassem a contaminar o seu reportório, Gisela João preferiu reincidir num registo próximo do álbum homónimo de 2013, dividindo-se entre tradicionais (como a Casa da Mariquinhas reinventada com letra de Capicua), o reportório das suas heroínas e a instrumentação típica da canção portuguesa, colocando a sua marca também na escolha de trazer para o fado dois temas do sambista Cartola e o tema popular mexicano La llorona.