Europa começa a discutir na Primavera o recuo no estímulo orçamental

Maior parte dos países da zona euro ainda terá um défice público acima de 3% em 2022, um ano para o qual ainda não está decidido o prolongamento da suspensão das regras orçamentais europeias.

Foto
Reuters/POOL

Depois de, em resposta à pandemia, terem colocado as regras orçamentais em suspenso, permitindo que os países deixassem subir os seus défices, os líderes europeus deverão começar, já durante esta Primavera, a discutir quando e como se irá realizar um regresso ao passado nas finanças públicas do continente, um debate que promete reacender as habituais divergências que centro e periferia têm nesta questão.