Sorria e beba vinho: com sorte, pode viver até aos 117 anos

Lucile Randon, conhecida como a irmã Andrée, celebrou o seu aniversário com champanhe, vinho tinto e vinho do Porto.

Foto
St. Mary's RC Church/Facebook

No passado dia 10 de Fevereiro, o PÚBLICO, citando a agência Lusa, noticiava que uma freira francesa, de 117 anos, Lucile Randon, tinha recuperado da covid-19 sem precisar de ir ao hospital. Depois de ter dado positivo em 16 de Janeiro, foi colocada em isolamento no quarto que ocupa na cada de repouso Sainte Catherine Labouré, em Toulon, e, em menos de um mês, ficou curada. “Nem percebi que estava infectada”, disse a centenária ao jornal regional francês Var Matin.