Cancro, a fatalidade de sempre?

Foto
André Caetano

O diagnóstico de cancro é, sem dúvida, um acontecimento pesado, com impacto socioeconómico a diversos níveis, transportando uma carga emocional de difícil autogestão por parte dos doentes, que se vêem mergulhados numa realidade inultrapassável, mas que cada vez mais dispõem de ferramentas inovadoras de tratamento e estratégias de diagnóstico precoce.

Sugerir correcção
Comentar