Covid-19. Mais 196 mortes (o valor mais baixo desde 18 de Janeiro) e 2505 casos

Há três semanas que o número diário de mortes não era inferior a 200. Os dados revelados esta segunda-feira são referentes à totalidade do dia de domingo.

Foto
Hospital de São João, Porto Manuel Roberto

Portugal registou, este domingo, mais 196 mortes por covid-19 e 2505 novos casos de infecção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) desta segunda-feira.

Desde 18 de Janeiro (quando foram registadas 167 mortes) que o número de óbitos não era inferior a 200 por dia. Também o número de novos casos da infecção continua a descer e nesta segunda-feira regista-se o valor mais baixo desde 28 de Dezembro, quando foram identificados 2093 casos.

O número total de óbitos sobe assim para 14.354 e o total de infectados pelo novo coronavírus para 767.919 desde o início da pandemia.

Os dados da DGS desta segunda-feira indicam ainda que há mais 96 doentes internados, para um total de 6344, sendo que 877 estão nos cuidados intensivos, mais 12 pessoas.

Esta segunda-feira há mais 6755 doentes recuperados, num total de 612.921 pessoas. Excluindo estes casos e os óbitos, há 140.644 casos activos em Portugal, menos 4446 do que no dia anterior.

Lisboa e Vale do Tejo regista 70% do total nacional de novos casos

O maior número de novas infecções foi registado em Lisboa e Vale do Tejo (mais 1760), cerca de 70% do total nacional. O Norte registou mais 379 pessoas infectadas, seguido pela região Centro, com 177 novos casos.

O Norte continua a ser a região com mais casos registados desde o início da pandemia, com 317.428. Seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo com 286.665 infecções; o Centro com 109.402; o Alentejo com 26.999 (mais 60 que no dia anterior); e o Algarve com 18.775 (mais 61).

Já o arquipélago da Madeira registou mais 58 casos, para um total de 5027, e o dos Açores soma dez novas infecções, num total de 3623.

Em relação ao número de vítimas mortais, Lisboa e Vale do Tejo registou mais 100 mortes, à semelhança do dia anterior. A região é também a que soma o maior número de mortes desde o início da pandemia, com 5790. Seguem-se a região Norte, com um total de 4849 mortes (mais 32 que no dia anterior); o Centro, com 2559 (mais 38); o Alentejo com 813 (mais 19); e o Algarve com 264 (mais quatro).

O maior número de óbitos continua a concentrar-se no grupo dos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos. Apesar disso, morreram este domingo dois homens e duas mulheres com idades compreendidas entre os 40 e os 49 anos.

No dia anterior, sábado, o número de novos casos de infecção detectados (3508) foi o mais baixo desde 3 de Janeiro - dia em que se registaram 3384 novas infecções. Também no sábado foram registadas 204 vítimas mortais por covid-19 no país.