Se a vacina russa contra a covid-19 tiver qualidade, as portas da UE devem abrir-se

Misturar propaganda política e ciência, em especial em tempos de pandemia, só dá mau resultado. A Sputnik foi prejudicada pela propaganda do Kremlin, mas os ensaios clínicos parecem justificar que venha a entrar na UE. Mas não inundará o mercado.

Foto
A vacina russa Sputnik V teria de ser fabricada localmente na UE LUSA/MARKO DJOKOVIC

Angela Merkel entreabriu-lhe as portas da Europa, dizendo que “todas as vacinas são bem-vindas na União Europeia”. Josep Borrell, o Alto Representante da União para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, pediu em Moscovo à Agência Europeia de Medicamentos (EMA) que aprovasse a vacina russa Sputnik V, para se juntar ao arsenal europeu contra a covid-19 – numa conferência de imprensa que chocou muita gente na UE. Seria mesmo uma boa ideia aprovar a vacina russa contra a covid-19?