Do confinamento à linha da frente, da ficção ao documentário: a covid-19 chegou à HBO

Uma longa-metragem escrita e rodada em contexto pandémico sobre um casal à beira da separação fechado em casa durante o confinamento e um documentário sobre os primeiros dias do combate à pandemia num hospital de Barcelona: Locked Down e Vitals instalam o novo coronavírus na televisão.

streaming,cultura,hbo,documentario,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
Anne Hathaway e Chiwetel Eijofor em Locked Down HBO
streaming,cultura,hbo,documentario,televisao,culturaipsilon,
Fotogaleria
Vitals mostra como foi o combate à primeira vaga da pandemia num hospital de Barcelona HBO

A covid-19 tem interferido de forma violenta com a indústria do cinema e da televisão, aumentando drasticamente os custos de produção ou adiando a concretização de projectos, mas há argumentistas e realizadores que não deixaram escapar a oportunidade de responder directamente ao momento, tendo incorporado a pandemia nas suas histórias. Nos Estados Unidos, “séries de médicos” como Anatomia de Grey ou The Good Doctor trouxeram o novo coronavírus para os seus hospitais fictícios; titãs como South Park ou Parks and Recreation criaram “especiais da pandemia”, colocando máscaras nos rostos dos seus protagonistas ou reduzindo-os aos quadradinhos confinados do Zoom; em Abril, a RTP1 estreou O Mundo Não Acaba Assim, que o canal apresentou como “a primeira série de televisão em Portugal a ser produzida em casa”; depois, Ai Weiwei fez o documentário Coronation, a partir de imagens registadas durante a longa quarentena de Wuhan; já mais recentemente, no final de Janeiro, chegou à Filmin a curta-metragem Contágio, colecção de filmagens caseiras de 15 realizadores confinados em Portugal.