Hyundai aposta na eficiência com um renovado Kauai

A eficiência parece ser a maior aposta do bem-sucedido modelo da Hyundai, com melhorias nos consumos e emissões.

Hyundai Kauai 2021
Fotogaleria
Hyundai Kauai 2021
Hyundai Kauai 2021
Fotogaleria
Hyundai Kauai 2021
Hyundai Kauai 2021
Fotogaleria
Hyundai Kauai 2021

Não descartou a mecânica mais vendida, a que assenta no bloco térmico a gasolina 1.0 T-GDI de 120cv, mas até nessa a Hyundai reclama ter feito melhorias no sentido de dotar o tricilíndrico, que representa mais de 70% das vendas da gama Kauai em Portugal, de maior eficiência, quer ao nível de emissões quer em termos de consumo: menos 11 gramas de CO2 por quilómetro face ao modelo anterior e menos meio litro gasto a cada cem quilómetros.

Também a gasóleo foram incorporadas alterações que permitem ao modelo posicionar-se mais confortavelmente. O conhecido 1.6 CRDi de 136cv surge agora associado a um sistema mild-hybrid de 48 V, que essencialmente apoia todas as outras funções do carro que requerem energia, poupando dessa forma o consumo e, consequentemente, a pegada ambiental. O resultado é um consumo médio de 5,8 l/100km e emissões de 128 g/km, quando acoplado a uma transmissão manual de seis velocidades. Nesta mecânica, a caixa automática de dupla embraiagem de sete velocidades também está disponível.

No entanto, as novidades são se ficam pelo que se esconde sob o capot. Aliás, são bem visíveis a olho nu, com a Hyundai a dotar o Kauai, nome exclusivo para o mercado nacional, com um design em linha com a restante gama, que, afirma, pretende ter um posicionamento “elegante e sofisticado”.

Com mais 40mm de comprimento face à versão que substitui, o novo Kauai mantém a vontade de se destacar por “um design arrojado e progressivo”, aliado a “uma personalidade extrovertida”. À frente, a grelha central foi trabalhada no sentido de evidenciar o espírito desportivo, com a lateral a manter a “estrutura musculada e esculpida”. Na traseira, destaque para os novos grupos ópticos, que desenham uma linha de luz a evidenciar a largura do veículo.

Já ao volante, a marca sul-coreana preocupou-se em tornar a condução mais suave, anunciando mexidas ao nível das suspensões e modificações nas barras estabilizadoras no sentido de “melhorar o conforto de condução e o isolamento”.

No interior, é notória alguma melhoria nos materiais, com a marca a reclamar o estatuto do requinte. No entanto, o que mais se evidencia é o salto tecnológico, com a inclusão do painel de instrumentos digital de 10,25”, estreado no utilitário i20. Entre os opcionais, há sistema de navegação com ecrã 10,25’’ e novas funções de conectividade, além de possibilidade de criar diferentes perfis de condutor, ideal para quando o carro é partilhado.

Ao nível da segurança, a versão revista do pequeno SUV também apresenta novidades, como o alerta de arranque do veículo dianteiro, útil nas filas compactas quando quem segue ao volante se distrai. Além disso, a travagem autónoma de emergência chega actualizada, capaz de detectar peões e ciclistas.

A comercialização do renovado Hyundai Kauai iniciou-se em Janeiro, com preços a partir de 21.500€ para a versão a gasolina e 28.825€ para o Diesel.