Há que levar muito a sério as curvas exponenciais!

Perante curvas exponenciais nos indicadores da pandemia, as autoridades estão obrigadas a imensa humildade intelectual e a errar pelo lado da prudência.

A realidade da pandemia em Portugal entristece. Fui um dos que, não sendo especialista, defendeu reiteradamente, desde o início – ver 1, 2, 3 e 4 –, medidas mais drásticas para reduzir o número de novas infecções para níveis próximos de zero.

Sugerir correcção
Ler 23 comentários