Para que possa sair de casa — sem o fazer — há cada vez mais bibliotecas a levarem-lhe livros

Várias bibliotecas municipais de todo o país puseram os livros a chegar a casa dos leitores. Em Évora, uma petição exige o direito a esse serviço essencial para “combater as desigualdades” e manter a “saúde mental”.

Foto
Biblioteca da póvoa de Varzim fez esta sexta-feira as primeiras entregas em casa dos leitores

Na Póvoa de Varzim, a autarquia distribui refeições a crianças que deixaram de ter a comida das cantinas escolares e leva livros aos munícipes que deixaram de poder ir à biblioteca local. Em tempos de restrições à mobilidade e de encerramento de serviços públicos, o take-away do “pão para o espírito” é a nova tendência de muitas bibliotecas municipais e, na Maia, onde o sistema de entrega em casa já tinha funcionado em Abril e Maio do ano passado, o responsável pelo espaço assume que o número de associados tem aumentado desde que se soube, há dez dias, que voltaram a ter o serviço. Que sai para a rua com muitas encomendas.