“Escolhe: ou te mato ou te violo” - os abusos sexuais na guerra na Etiópia

Estupro em troca de alimentos, homens ajoelhados obrigados a assistir à violação das mulheres, raparigas violadas por grupos. Autoridades negam os crimes, mas um soldado confirmou-o e perguntou: “Porquê?”

Foto
Raparigas com trouxas de roupa em Soroka, cidade da região de Amhara, junto à fronteira com Tigré TIKSA NEGERI/Reuters

A vendedora de café disse que foi separada da família e dos amigos por um soldado etíope no rio Tekeze, que foi levada por um caminho e posta perante uma escolha angustiante. “Ele disse-me: ‘Escolhe, ou te mato ou te violo'”, contou a jovem mulher de 25 anos à Reuters no campo de refugiados de Hamdayet, no Sudão, para onde fugiu do conflito na região de Tigré, na Etiópia.