Falam as canetas

Ando a lavar as minhas canetas de tinta permanente. Tenho muitas e gosto delas todas, mas são poucas aquelas com que escrevo.

Ando a lavar as minhas canetas de tinta permanente. Tenho muitas e gosto delas todas, mas são poucas aquelas com que escrevo. Um pesadelo meu é haver uma revolução e virem bater-me à porta. São os descanetados. Ouviram dizer que acumulei dezenas de canetas e querem ver se é verdade.