PSD apresenta queixa-crime contra Costa por “acusação delirante” a três sociais-democratas

Dois dos visados pelo primeiro-ministro, o eurodeputado Paulo Rangel e o antigo ministro Poiares Maduro, dizem que Costa confunde escrutínio ao Governo com conspiração contra o país.

Foto
Paulo Rangel assegura que vai manter a oposição política ao Governo. LUSA/PAULO NOVAIS

O PSD anunciou nesta quinta-feira que vai apresentar uma queixa-crime contra o primeiro-ministro, por este ter acusado o eurodeputado Paulo Rangel, o ex-ministro Miguel Poiares Maduro e o deputado Ricardo Baptista Leite de liderarem uma “campanha internacional contra Portugal” e de fazerem da presidência portuguesa da União Europeia um “palco de oposição”.