O crime encoberto

Se houve atentado em Camarate tem de haver provas, um executante e um mandante. Ou não? A teoria da sabotagem é a maior operação de manipulação da opinião pública portuguesa desde o 25 de Abril.

Para tratar com seriedade a tragédia de Camarate é necessário um espaço incompatível com um jornal diário, sob pena de se produzirem afirmações que depois não são fundamentadas. Assim, fico-me pelo cerne do artigo do talentoso e distinto advogado Sá Fernandes. Ele, artigo, é suficientemente emblemático e representativo do modo como a tragédia foi tratada pelo autor e pelas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) da AR.