Por uma política científica estável e geradora de confiança

As equipas e centros de investigação têm-se mobilizado, nesta como noutras urgências, mas não encontram da parte da FCT, que deveria ser o seu facilitador e interlocutor privilegiado, a sensibilidade e o apoio que merecem e de que não abdicam.

A comunidade científica da área das Ciências Sociais e Humanidades vem por este meio reagir ao resultado da avaliação da FCT ao Concurso para Financiamento de Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico em Todos os Domínios Científicos – 2020. Uma visão sustentada para a ciência, a sociedade e a cultura portuguesas exige clareza e continuidade de políticas.

Apenas nessa base é possível gerar confiança, criar estabilidade e segurança, essenciais para uma produção científica de alta qualidade, cumulativa, internacionalizada e capaz de traduzir necessidades e aspirações sociais em problemas propriamente científicos. Ora, o que aconteceu veio comprometer estas expectativas.

Na verdade, com taxas de aprovação a rondar os 5% (apesar de a FCT enviesar os números, apresentando uma taxa de sucesso muito superior, ao apenas considerar os projetos com classificação igual ou superior a 7) torna-se impossível gerar conhecimento e inovação.

O desastre do concurso é tão acentuado que rompe flagrantemente com as taxas de aprovação dos últimos 20 anos, reduzidas e insuficientes, é certo, mas situadas num intervalo de 12 a 14%. Agrava esta situação a circunstância de este ser o único concurso transversal em três anos, o que exigia maior investimento e muito maior capacidade de resposta por parte da FCT. 

Sabemos que distintos concursos, noutros domínios, têm mobilizado recursos avultados em programas de financiamento específico. Não negamos a necessidade de se definirem prioridades em termos de políticas científicas, mas não podemos aceitar que se sacrifique o pilar matricial do funcionamento das equipas e unidades de investigação.

No momento presente, a situação pandémica, fenómeno social com implicações médicas e sanitárias, expõe com aguda evidência a necessidade de todos os domínios científicos possuírem a suficiente robustez para oferecerem respostas interdisciplinares e integradas.

As equipas e centros de investigação têm-se mobilizado, nesta como noutras urgências, mas não encontram da parte da FCT, que deveria ser o seu facilitador e interlocutor privilegiado, a sensibilidade e o apoio que merecem e de que não abdicam. 

Uma ciência com futuro só é possível com o envolvimento dos/as cientistas e da FCT. Este divórcio, do qual não somos responsáveis, mina as esperanças que nutríamos neste novo ciclo e deixa-nos sem meios para fazermos aquilo que melhor sabemos: investigação.

Os signatários

Associação Portuguesa de Sociologia
Associação Portuguesa de Antropologia 
ARTIS - Instituto de História da Arte, Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa
Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa (UNIARQ), Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FL/UL)
Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Centro de Estudos Comparatistas, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FL/UL)
Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais – CEMRI, Universidade Aberta (UAberta)
Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho (UM)
Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território, Universidade de Coimbra (UC)
Centro de Estudos de História Religiosa, Universidade Católica Portuguesa (UCP-CEHR)
Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM), Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH/UNL)
Centro de Estudos de Teatro, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FL/UL)
Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências do Património, Universidade de Coimbra (UC)
Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos, Universidade Católica Portuguesa (UCP)
Centro de Estudos Geográficos, Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa (IGOT)
Centro de Estudos Humanísticos, Universidade do Minho (UM)
Centro de Estudos Interdisciplinares em Educação e Desenvolvimento, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Centro de Estudos Internacionais (CEI-IUL), ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
Centro de Estudos Sobre a Mudança Socioeconómica e o Território, DINÂMIA'CET-IUL, ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
Centro de Estudos Sociais (CES), Universidade de Coimbra
Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD), Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD)
Centro de História da Universidade de Lisboa
Centro de Investigação Didática e Tecnologia na Formação de Formadores, Universidade de Aveiro (UA)
Centro de Investigação e de Intervenção Social (CIS-IUL), ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
Centro de Investigação em Antropologia e Saúde, Universidade de Coimbra (UC)
Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes, Universidade Católica Portuguesa (UCP)
Centro de Investigação em Educação e Psicologia da Universidade de Évora
Centro de Investigação em Estudos da Criança, Universidade do Minho (UM)
Centro de Investigação em Qualidade de Vida (CIEQV), Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarém)
Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações (SOCIUS/ISEG/UTL)
Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória (CITCEM), Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FL/UP)
Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FL/UL)
Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA)
Centro Interdisciplinar de Arqueologia e Evolução do Comportamento Humano, Universidade do Algarve (UAlg)
Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais - CICS.NOVA
Centro Interdisciplinar de Estudos de Género, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP/Ulisboa)
Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora (CIDEHUS/UÉ)
Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia (CIUHCT), Associação para a Inovação e Desenvolvimento da FCT (NOVA.ID.FCT/FCTUNL/UNL) Comunicação, Filosofia e Humanidades, Universidade da Beira Interior
Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa
Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH/UNL) 
Instituto de Estudos Medievais, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH/UNL)
Instituto de Filosofia da Nova, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH/UNL)
Instituto de Sociologia da Universidade do Porto
Unidade de Investigação e Desenvolvimento em Educação e Formação, Instituto de Educação da Universidade de Lisboa (IE/ULisboa)
Unidade de Investigação em Educação e Intervenção Comunitária, Instituto Piaget, Cooperativa para o Desenvolvimento Humano, Integral e Ecológico CRL (IPiaget)