PSP quis arquivar ataque a jovem negro que esteve na origem da investigação aos Hammerskins

Em Novembro de 2013 um jovem angolano foi esfaqueado em Benfica. O processo esteve parado na PSP, que quis arquivá-lo. Ministério Público não aceitou. Ano e meio depois investigação é entregue à PJ, que identificou skinhead como agressor.

Foto
ENRIC-VIVES RUBIO

Dia 3 de Novembro de 2013. Um agente da PSP é chamado à Estrada de Benfica, em Lisboa, porque um homem negro foi esfaqueado em zonas vitais. Sangra tanto que o chão fica com manchas.