Eurodeputados dos Verdes pressionam Portugal a desbloquear lei fiscal

A directiva CBCR, que obriga as multinacionais a revelar o seu planeamento fiscal na Europa, está parada no Conselho da UE, mesmo havendo uma maioria para a aprovar.

Foto
Reuters/JOHANNA GERON

Vinte e um eurodeputados do grupo Verdes/ALE, entre os quais o português Francisco Guerreiro (eleito pelo PAN, de que entretanto se desvinculou), e alguns dos mais reconhecidos parlamentares europeus em matéria fiscal, como o alemão Sven Giegold e o belga Philippe Lamberts, enviaram uma carta a António Costa, primeiro-ministro, João Leão, ministro das Finanças, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, pedindo que a presidência portuguesa da UE, que se inicia a 1 de Janeiro de 2021, dê prioridade a uma lei que tem vindo a ser bloqueada, há quatro anos, pelo Conselho da UE — onde estão representados os 27 Estados-membros.