O povo é quem mais desordena

Sem ditaduras e polícias políticas à moda antiga, torna-se difícil imporem a sua vontade pela pouca força que as suas ideias mobilizam.

Em 2016, o partido Orden obteve 0,4% nas eleições peruanas. Sinal claro de que as suas políticas ultraconservadoras e a liderança de Antero Flores Aráoz foram rejeitadas pela maioria dos peruanos. Quatro anos volvidos, Flores Aráoz é o novo primeiro-ministro do Peru, nomeado por Manuel Merino, que depois da destituição do Presidente Martín Vizcarra assumiu a chefia do Estado por ser o presidente do Congresso.