Santander penhora contas da SAD do Santa Clara

Açorianos falharam pagamentos ao principal credor de parte de uma dívida que ascende aos 5,4 milhões de euros. Receitas do passe de Zaidu vão ser penhoradas, assim como as contas da SAD e dos seus dirigentes.

O Santa Clara foi alvo de buscas recentemente
Foto
O Santa Clara foi alvo de buscas recentemente Eduardo Costa/Lusa

O Santander Totta executou parte de uma dívida de 5,4 milhões de euros da Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Santa Clara, por incumprimento do acordo de pagamento celebrado entre as partes. O banco prepara-se agora para penhorar as contas da SAD e dos seus dirigentes, nomeadamente do presidente Rui Cordeiro, que foi na segunda-feira alvo de buscas judiciais conduzidas pelo juiz Carlos Alexandre. Penhoradas vão ser ainda as receitas provenientes dos direitos de transmissão televisiva dos jogos de futebol e as verbas da transferência do nigeriano Zaidu para o FC Porto, no final de Agosto deste ano, por quatro milhões de euros.