roberto-saviano,netflix,cinema-italiano,napoles,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
roberto-saviano,netflix,cinema-italiano,napoles,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
roberto-saviano,netflix,cinema-italiano,napoles,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria

Pinóquio por Matteo Garrone: não nos deixes cair em tentação

Esta semana nas salas, em abertura da Festa do Cinema Italiano, o realizador de Gomorra e Dogman filma o conto-de-fadas do boneco que quer ser menino como a história de um inocente perdido num mundo escuro e feio.

“Fazer Pinóquio, para mim, foi um luxo,” confessa Matteo Garrone, realizador de Gomorra, Reality e Dogman, do outro lado da linha. “Havia tantos desafios, a começar por termos um menino de oito anos no plateau diariamente, durante três meses, necessitando por vezes de quatro horas de maquilhagem, sem saber como ele ia reagir… Ensaiávamos muito, fizemos muitos testes, havia uma grande responsabilidade.” Faz uma pausa. “Sim, houve muitos obstáculos. Mas, agora, já não me lembro deles!”