Medo, incerteza e deflação: um “cocktail” perigoso…

Com este programa de estímulo, diminuto, o Governo sinaliza que está com receio e preocupado com o défice e com a dívida. É incorrecta no actual contexto.

Em 2020, os governos de Itália, Espanha, Portugal, Grécia e Bélgica, países com níveis de dívida pública muito elevados, estão a optar por estímulos orçamentais relativamente diminutos em resposta à crise provocada pela covid-19.

Sugerir correcção