Covid-19 em Portugal: novos máximos de casos e internados, maior número de mortes desde Abril

A DGS dá conta de 4224 novos casos em 24 horas, o maior aumento desde o início da pandemia. Há ainda a registar 1834 pessoas internadas e 269 internados em unidades de cuidados intensivos — o quarto maior número desde Março.

Portugal registou um novo máximo no número de novos casos de covid-19: 4224 casos na quarta-feira. O boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS) desta quinta-feira informa também que morreram 33 pessoas naquelas 24 horas. Desde 24 de Abril, dia em que morreram 34 pessoas que não morria tanta gente em Portugal devido à covid-19. 

Os números nos hospitais também atingiram novos máximos: há registo de 1834 pessoas internadas, 40 delas só nas últimas 24 horas. Nunca tinham estado tantas pessoas internadas devido à covid-19 em Portugal. Dos internados, 269 encontram-se em unidades de cuidados intensivos (UCI), mais sete do que na quarta-feira. Este é o quarto maior registo de pessoas internadas em UCI, apenas inferior aos registados de 5 a 7 de Abril (foram registados 270 e 271 internados nesses três dias).

Estes números constam no boletim diário da DGS, divulgado esta quinta-feira, que contabiliza 54.486 casos activos de infecção e mais 1701 recuperados. O número total de casos ascende a 132.616 e o de óbitos a 2428 desde o início da pandemia, em Março. 

As duas regiões metropolitanas de Portugal somam 85% dos novos casos identificados. Só no Norte registaram-se mais de metade (59%) dos novos casos: 2474 casos no último dia. A segunda região mais afectada é Lisboa e Vale do Tejo, com 1102 casos (26%), seguida do centro, com 524 novos casos; Algarve (63); Alentejo (50); Madeira (seis); e Açores (cinco).

Também foi no Norte que mais mortes se registaram por covid-19: 16 óbitos. Em Lisboa e Vale do Tejo foram 12 e no centro cinco. Não se registaram novas mortes nas restantes regiões de Portugal.