Fabric Arts Festival: um festival americano com a cabeça em Portugal

A segunda edição do festival de Fall River, a cidade mais portuguesa dos Estados Unidos, começa esta sexta-feira. Uma edição verdadeiramente transatlântica: estão em Portugal os curadores, estão em Portugal músicos que serão vistos lá. E nós poderemos acompanhar à distância a arte em movimento na cidade americana.

ricardo-rocha,arte-urbana,artes,culturaipsilon,musica,acores,
Foto
A paisagem de Fall River é ainda marcadamente industrial (aqui, uma intervenção do artista italiano Alberonero na edição do ano passado) ISIDRO FAGUNDES

A poucos dias do seu início, a equipa de curadores cuidava de todos os pormenores necessários para o arranque do Fabric Arts Festival, criado em Fall River, a mais portuguesa das cidades americanas, com o objectivo de a dinamizar e transformar através da prática artística e da redescoberta do território. No ano passado, por esta altura, Jesse James e Sofia Botelho, do festival micaelense de artes Walk & Talk, e António Pedro Lopes, do festival Tremor, em Ponta Delgada, já estavam nos Estados Unidos a percorrer os espaços que, por estes dias 16 e 17 de Outubro, acolherão exposições e serão cenário de instalações ou concertos.