Covid-19 em Portugal. Internamentos e cuidados intensivos em máximos de mais de cinco meses

Portugal registou, esta terça-feira, mais 1208 casos e 16 mortes, o maior número de óbitos desde 20 de Maio. Norte e Lisboa e Vale do Tejo e Norte concentram 87% dos novos casos diários.

As regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Norte concentram a maioria dos novos casos identificados esta terça-feira em Portugal: 87% dos 1208 casos de infecção confirmados. Só no Norte foram identificados 713 novos casos, mais de metade (59%) das novas infecções registadas em Portugal. É o segundo número de novos casos mais alto desta região — o mais alto foi registado no último sábado.

Morreram 16 pessoas com covid-19 nas últimas 24 horas em Portugal, o maior número de óbitos desde 20 de Maio. E, apesar dos números de novos casos serem mais elevados a Norte, é na região de Lisboa e Vale do Tejo que se concentraram a maioria de novos óbitos – dez. No Norte foram cinco e no Centro, um.

Estão internadas 916 pessoas (mais 39 do que no dia anterior), o maior número desde 30 de Abril. Desses, 132 estão em unidades de cuidados intensivos (mais quatro do que no dia anterior), o maior número desde o dia 7 de Maio

Fora da região Norte, foram identificados mais 340 novos casos em Lisboa e Vale do Tejo, 94 novas infecções no Centro, 32 no Alentejo, 24 no Algarve, três na Madeira e duas nos Açores.

Em termos globais, já se registaram, desde o início da pandemia 2110 óbitos e 89.121 infecções, de acordo com os dados da Direcção-Geral da Saúde.

Recuperaram mais 549 pessoas nas últimas 24 horas, num total de 54.047 recuperados. Há, neste momento, 32.964 casos activos (mais 643 do que na segunda-feira), depois de subtraído o número de recuperados e de mortes ao total de infecções.