Mais de um terço de todas as espécies conhecidas de répteis são vendidas online

Cientistas da China e do Vietname avisam que é urgente mudar a forma como se comercializam animais selvagens. De outra forma, contribuirá para a extinção de espécies.

animais,ciencia,ambiente,conservacao-natureza,biodiversidade,biologia,
Foto
Nova espécie de lagarto descoberta na Birmânia e que pertence ao género Cyrtodactylus DR

Qual é a dimensão do comércio de répteis na Internet? Esta foi a questão que uma equipa de investigadores da Tailândia e da China tentou responder. Através desta busca, encontrou várias respostas. Viu-se que cerca de 36% de todos os répteis que se conhecem são vendidos online. Quase 80% desse comércio é feito em espécies que não estão abrangidas pela regulação do comércio internacional. Verificou-se ainda que 55% dos animais vendidos foram capturados directamente da natureza.