Bolt lança passes pré-pagos para trotinetes em Lisboa

O principal objetivo da Bolt é simplificar e tornar mais acessível as viagens de curta distância proporcionando deslocações mais económicas e sustentáveis na cidade.

Foto

A Bolt, uma das plataformas de mobilidade europeia que opera TVDE, vai celebrar entre o dia 16 e 22 de Setembro em Lisboa, a semana Europeia da Mobilidade com o lançamento de passes pré-pagos para trotinetes.

Esta novidade será oficialmente lançada no dia 19 de Setembro nos eventos “A Rua é Sua” e “Telheiras em Movimento”, iniciativas da Câmara Municipal de Lisboa em parceria com a Junta de Freguesia da Penha de França e de Telheiras.

O principal objectivo traçado pela Bolt é simplificar e tornar mais acessível as viagens de curta distância proporcionando deslocações ainda mais económicas e sustentáveis na cidade, como afirma David Ferreira da Silva, responsável pela BOLT em Portugal, citado em comunicado: “este é um objectivo que está totalmente alinhado com a nossa estratégia ambiental de tornar as nossas viagens na Europa neutras em carbono.”

Os passes vão incluir desbloqueio grátis e dezenas de minutos de viagens diárias e vai ser possível optar entre três tipos de passes: o diário, em que é possível viajar durante 24 horas por 9,99€, o semanal onde estão incluídos 45 minutos diariamente por 12,99€ e o mensal, que tem disponível 45 minutos diários por 36,99€.

Para a obtenção de um passe terá de aceder à aplicação da Bolt, clicar no símbolo da “trotinete” e escolher o “passe trotinete”. Por agora, esta funcionalidade só está disponível para dispositivos iOS, mas a previsão é que fique também operacional em dispositivos Android brevemente.

No dia 19 de Setembro vai ser possível experimentar as trotinetes da Bolt de forma gratuita e ainda aproveitar outras actividades ao ar livre, entre as 10 horas e as 19 horas na Rua da Penha de França ou na Rua Francisco Gentil, em Telheiras, das 15h às 20h.

Além de Portugal, as trotinetes eléctricas da Bolt já estão presentes em 42 cidades de 11 países.

Texto editado por Ana Fernandes